Qual o tamanho do seu sofrimento????

Enquanto lia meu atual livro indo trabalhar.. parei para pensar em coisas escritas nele e deixei os pensamentos voarem....

Sempre que penso em sofrimento, eu lembro daquela cena da novela Laços de Família, quando a Camila - portadora de leucemia - decidiu raspar os cabelos devido a queda por conta do tratamento. Não lembram? Vejam aqui embaixo:


Continuando... Nós que vivemos neste mundo que não é lá uma maravilha.. temos muitas dificuldades... Sejam elas financeiras, de saúde, profissional, relacionamentos diversos, familiares, enfim... há "n" apontamentos, ou melhor, desapontamentos que temos quase que diariamente...

Mas, será que podemos dizer ao outro que nosso sofrimento é maior que o dele?

Fiquei pensamento nesta cena (acima), a Carolina conseguiu transmitir uma dor absurda naquelas lágrimas, a dor de quem quase não tem esperança de vida...

Vejo que de todos os males,... há o pior que é a doença, quando esta não está em nossas mãos o tratamento. AIDS, Câncer, entre outros problemas incuráveis até hoje.

Como posso chegar para alguém que está com Câncer em fase terminal e dizer que sou mais infeliz do que ele simplesmente porque alguém que eu amo não me quer? Tenho este tal direito?? Não.. absolutamente não...

Estes dias eu estava muito contrariada com a vida.. Porque? Eu perguntava e até hoje eu não tenho respostas.. mas eu entendo que, ainda sim, eu preciso agradecer à Deus todos os dias porque o meu sofrimento não é nada perto do de alguns...

São diferentes. Concordo? Não tem tamanho. Em partes... Mas acho que o mais adequado é avaliarmos por grau de importância ou gravidade. Não é assim que os hospitais trabalham? Analisando qual o caso mais grave e urgente para o atendimento? Então, podem ser diferentes e não ter tamanho.. mas há gravidade.. há importâncias diferentes... e não devemos ignorá-las...

Poderia ser muito fácil eu chegar aqui e dizer que preferia mil vezes estar com AIDS do que passar pelo que estou passando, mas... será?? Eu nunca tive AIDS e enfrentei todos os transtornos que seus portadores passam, então, que direito eu tenho de abrir a minha boca e falar isto?? Nenhum...

A vida é sim.. cheia de sofrimentos... cheia de incertezas.. mas ela está aqui .. e se você ainda tem saúde, ainda tem emprego, ainda tem família, amigos.. amores... Erga seus braços e agradeça a Deus.. porque os que não tem mais isto, continuam agradecendo...

Apenas uma ultima observação.. como cristã que sou.. não posso terminar este texto sem me lembrar de alguém que sofreu ao vir à este mundo, que viveu uma vida sofrida e de todos os sofrimentos .. Ele teve o pior... E fez isto por todos nós... Mas, se Ele triunfou nos dando o exemplo... o que nos impede de passarmos pelo sofrimento e sairmos dele vencedores???

Há esperanças... sempre há esperanças... Qualquer que seja a sua dor.. ou o tamanho do seu sofrimento.. há esperanças de que um dia ele vai terminar..

Deixem seus pensamentos voarem sobre isto.. e confortem seus corações na esperança de um dia melhor...

Comentários

Maiçá Chaves disse…
Ai Sil, concordo viu!
As vezes, a gente acha que nuiguem no mundo pode sofrer mais que a gente, e se parar pra pensar, ve rapidinho que o nosso sofrimento é nada perto do de outras pessoas!
É como dissem, " a dor é inevitavel, o sofrimento é opcional."
Acho que DEUS sempre reserva pra gente, aquilo que a gente pode suportar, eu pelo menos penso assim!
^^

Bom comecim de feriadaaao ai pra ti!
bjos flllors!
Linda reflexão, Sil.
Eu tenho pensado muito nisto e, por mais que 'naquela' hora, meu problema, pra mim, pareça ser o maior do mundo... eu respiro fundo, lembro de tudo que há de bom na minha vida... e lembro que eu deveria era estar agradecendo, parar de me lamuriar e ir aproveitar a vida que grita por mim lá fora... sempre que faço isso, tudo vai se acertando, eu me acalmo, volto a pensar com clareza e o problemão que existia vai diminuindo...
Obrigada por dividir estes pensamentos!
Bom feriado,
Beijos
Bárbara disse…
Tem um selo voando conquistadoramente do meu blog para o seu...
Beijos!
Luna Sanchez disse…
Sil,

Realmente não tem como comparar sofrimento, medir, determinar quem sofre mais, porque para cada um de nós o parâmetro é pessoal. Mas o paralelo com a forma de trabalho dos hospitais, estabelecendo prioridades, foi muito bom.

Acho que é aí, fazendo essa avaliação global, que a gente, mesmo sofrendo e cheio de problemas, arranja tempo e disposição para, por exemplo, ajudar os outros.

* Excelente texto, flor.

Beijos de sábado, dois.

ℓυηα
Sonia Regly disse…
Excelente texto, deixa-nos uma reflexão e tanto!!
Vi seu Blog lá na Duzinha e resolvi vir te convidar para conhecer o Compartilhando as Letras.Pra mim é uma alegria recebê-la por lá.

www.compartilhandoasletras.com
Sil,
Temos o hábito de achar que o nosso é sempre o maior.
Mas o sofrimento é do tamanho que permitimos que ele seja.
Bjos
Luna disse…
Sempre levo comigo um ditado que minha vó me disse, sabiamente.

"Deus só dá a nós, o fardo que podemos aguentar"

beijos no seu coração.
Fran disse…
Amada, esse negócio de 'quem sofre mais' já torrou meus neurônios...
Sempre fico pensando e comparando histórias, mas na real o sofrimento é maior para quem o sente.
Belo texto de reflexão, Sil :)

Beeijos!
Julianita' disse…
peloamordedeus. senhora????
não tenho idade pra ser chamada assim. hahahahah
me chama de Juh mesmo. :DD

logo eu coloco as outras fotos, que dá pra ver bem. (:

beeijo.
Fran disse…
Tá tudo tranquilo sim, o post foi só 'uma crise de existência' :)
Acho que dia 23 de outubro ele vem ^^
Felicidade tá ao extremo!

Beeijos!
Thomaz Ribeiro disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Thomaz Ribeiro disse…
Olha, achei muito pertinente toda essa reflexão feita por você. Embora acate muitas de suas palavras, não concordo integralmente com seu texto. O sofrimento humano, que por sinal é o título de um livro do filósofo dinamarquês Kierkegaard, é um tema vasto, fonte de diversas e irreconciliáveis discussões. Existem sofrimentos maiores que outros? Em nossa cultura sim, mas em outras culturas não. Não creio que o sofrimento possa ser mensurável ou que alguém possa mensurar o que sinto. Pois veja bem, uma pessoa é um mistério de impossível resposta. Você pode pegar todos os cientistas, sábios, religiosos, filósofos do mundo, eles não saberam responder ao certo o que é uma pessoa, senão elencar conjecturas, quanto mais poder descrever aquilo que ela sente, algo que nem mesmo a pessoa que sente é capaz de nomear. A dor humana é legítima e é justamente ela que torna o humano em humano, logo toda dor é real. Aparentemente um sofrimento pode ser maior que outro, mas na medida em que não posso vivenciar a dor do outro, é impossível ter uma certeza acerca disso.
Abraços.
P.S - Coincidentemente postarei semana que vem um texto com a mesma temática, vai ser interessante comparar nossos pontos de vista que, como dizia Leonardo Boff, não passam de a vista de um ponto.
P.S - Recomendo que em momentos de tristeza, você procure a filosofia epicurista ou então alguns livros do Kierkegaard, que citei ainda pouco, tenho certeza de que você irá gostar.
Thomaz Ribeiro disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Thomaz Ribeiro disse…
Perdão, onde escrevi "sofrimento" entenda desespero. O nome do livro é " Desespero Humano".
Bia L. disse…
Lindo texto, amei. Temos que agradecer a Deus a cada momento, a cada segundo de nossas vidas, porque Ele está nos protegendo do mal e Ele fez com que seu filho Jesus Cristo pagasse pelos nossos pecados. Nós deveríamos agradecer muitíssimo por isso! Tanta gente que reclama por problemas pequenos, deveriam agradecer à Ele. Todos deveriam amá-Lo...
Adorei o texto mesmo!
;*
Depois passa no meu? http://sonhaviajaevoa.blogspot.com
Luna Sanchez disse…
Voltei!

http://coleccion-recuerdo.blogspot.com/2009/10/selos-self-service.html

Passa lá, depois?

Beijo,

ℓυηα
O dia de hoje é muito importante na vida das nossas criancas. Por isso mesmo temos algo bem especial. Passe por lá.

Abracos
Déia disse…
Não dá pra mensurar a dor do outro... cada ser humano sente de um jeito !!
Da pra imaginar que está doendo...mas nunca saberemos e exato tamanho da dor...

Essa semana vou trab com umas pessoas bem especiais, vai ser uma experiência incrivel...depois conto os detalhes...

Ótimo domingo!

bj
Ludmilla disse…
Esse episódio da Camila foi o mais marcante nas novelas para mim. Depois disso, as novelas ficaram chatinhas. Meu sofrimento é grande, mais com certeza se todos jogassem suas dores numa pilha eu ficaria com os meus mesmo.
É querida, além de tudo isso que você falou, também acredito que o fato de olharmos ao nosso redor também ajuda a melhor mensurarmos a nossa dor.

Um beijo, e uma linda semana pra ti!

Obrigada pelo selinho, assim que der, eu posto. ;)

Postagens mais visitadas deste blog

Família é Família... Agregados também!!!