Efeito Borboleta


Efeito borboleta é um termo que se refere às condições iniciais dentro da teoria do caos que diz que o bater de asas de uma simples borboleta poderia influenciar o curso natural das coisas e, assim, talvez provocar um tufão do outro lado do mundo.

A ciência, através desta teoria, explica a relação em uma ocorrência na matéria em si, ou seja, em algum ambiente, estado físico, etc.

Nas artes cênicas pudemos analisar esta teoria sobre outro ponto de vista – o humano - da seguinte forma: “Nossas atitudes hoje resultam em nosso meio amanhã”. A partir deste pensamento, podemos analisar toda a nossa vida, nossas atitudes, relacionamentos, entre várias outras coisas.

No filme “Efeito Borboleta (1)” pudemos ver um jovem que mudava sua vida a partir de uma “viagem ao tempo” na qual ele podia voltar ao passado, alterar uma ação que mudaria totalmente o seu futuro. Ele volta várias vezes até visualizar um futuro que seja adequado não somente para ele, mas para todos que foram influenciados durante a sua infância/escolhas.

Este filme mostrou algo muito interessante. O rapaz, que tinha esta “possibilidade” de voltar, visava não apenas o seu bem, mas sim os dos demais também. Ele queria que todos estivessem bem.

Hoje em dia nós temos uma visão tão individual das coisas, tão egoístas que deixamos de nos preocupar que a maneira como agimos com as outras pessoas pode ser algo importantíssimo para nós no futuro, seja no aspecto bom ou ruim. Nossos planejamentos, ideias, atitudes, quando feitas de forma egoísta poderá nos prejudicar grandemente no futuro.

Vou dar um exemplo: Digamos que hoje você seja conhecida de uma pessoa e que por alguma razão a trate de forma absurdamente desprezível. Ela se sinta mal, magoada e por isto vocês percam qualquer possibilidade de continuar o relacionamento que tinha anteriormente. Digamos ainda que o tempo passe e um dia você vá matricular seu filho na única escola da região e que esta pessoa seja hoje a coordenadora da sua escola e que você saiba que o tratamento que ela terá com seu filho será diferenciado do restante da turma.

Você saberá que isto ocorrerá com o seu filho por conta de uma atitude sua. Uma escolha que você teve no passado que irá interferir totalmente no seu presente e futuro. Algo que se você soubesse que poderia acontecer, jamais teria realizado.

Pensando nisto a proposta é: Para que se arrepender amanhã se você pode mudar as coisas – para melhor – hoje?

Imagine quantas pessoas não seriam beneficiadas hoje se as pessoas não quisessem fazer o bem? Seja doando um alimento, uma roupa, dinheiro ou mesmo o conhecimento. Cada um pode fazer mais pelos outros. Agora, se está difícil porque não fazer com aquele que está dentro da sua casa? Porque não fazer o bem aos seus pais que sempre tiveram uma vida difícil? Seus irmãos, primos, tios, vizinhos, conhecidos. Pense no que quanto você pode mudar a sua vida e as vidas destas pessoas para melhor apenas tratando-as de forma cordial, sendo gentil, companheiro, leal, amigo. Há pessoas que se sentem bem melhor apenas por receber um abraço.

Então, o que está esperando, faça mais por você fazendo para os outros!

Pensem nisto e reflitam...
Indico dois filmes: A corrente do Bem e Efeito Borboleta (1). Você vai entender melhor e fazer uma diferença enorme na sua vida e na vida dos seus próximos.

Ótima semana!!

Comentários

Eraldo Paulino disse…
Saudades, Sil...

Bjs!
Ludmilla Mourão disse…
Super gostei disso, e voce tem toda razão... nós não precisamos ficar nos sentindo mals pelas coisas erradas ou ruins que fazemos, basta não faze-las. Beijo Sil linda.
Taw disse…
Muito bom!

Vi esse filme, também recomendaria...

hum... é, fazer o bem a pessoas que temos contado é tão importante quanto ajudar a quem não possui boas oportunidades nesse sistema.

:)
IsaBella disse…
Oi Sil...

Eu já vi os dois filmes q vc indicou!
são maravilhosos!!!!
^^
Já vi o efeito borboleta 2 e 3... mas, o 1 foi o melhor!!!
;)

É incrível como o q a gente fala pode mudar a vida da outra pessoa...
isso ja aconteceu cmg... e foi super desagradável!
eu tentei me deculpar com a pessoa... ela disse ter me desculpado, mas, eu ainda fiquei me sentindo mal!

=/

mas, aprendi a lição depois disso!

beijinhusssssssssss
IsaBella disse…
Oi Sil...
Desculpe... estava de cabeça quente...
Veja lá o post e vc entenderá!
=(
desculpe...???

beijinhusssssssss
Bem...
Bem colocado.

Ter uma atitude que não condiz com seus sentimentos NATURAIS, é burrada: o universo trabalha com consequências; não com castigo, isso fazemos nós.

Fui meio que contestado de maneira abrupta por uma blogueira; escreveu (se referindo a mim), sem dar nome ao boi.
Demorei um mes!: voltei lá e respondi; tirei seu blog da lista dos que sigo, perdi o interesse.

Agindo de maneira CONSCIENTE, tudo estará dentro do NATURAL: a normalidade é burra, é resultado de cópia; reações também são (neste ponto, sou 1/2 burro; era 2/3...).

Tou dando uma limpa em minha lista, o seu ficará.

Abrçs.

Postagens mais visitadas deste blog

Família é Família... Agregados também!!!