7 de agosto de 2011

Insegurança... Medo... Traumas..

Quantas vezes você já deixou de fazer algo pensando que poderia dar errado?
Quantas vezes o medo de não acontecer do jeito que você gostaria de impediu de realizar uma ação?
E quantas vezes você já  não se arrependeu de não ter feito algo que queria???

Meu conceito para tudo isto se resume à traumas..
São traumas de infância, de família, de trabalho, de tudo.
Somos cercados o tempo todo de situações que nos lembra algo que já aconteceu e, por medo de não dar certo, nos afastamos, nos anulamos por medo de que aconteça o mesmo que já aconteceu no passado. E geralmente este acontecimento gerou dor, tristeza e aborrecimentos.

Acho que funciona mais ou menos assim. Quando você coloca a mão no fogo e percebe que se queimou, você normalmente vai evitar de tocar novamente no fogo. Certo?
Para as demais situações que te causou dor funciona da mesma forma, por medo de cair não levantamos, por medo de chorar não amamos, por medo de passar mal não comemos ou bebemos, por medo de errar, não tentamos.

São experiências que a vida nos dá que muitas vezes encaramos como traumas, e ao invés de aprendermos com estas situações, o que fazemos é fugir para que nunca mais uma situação como esta venha a acontecer novamente, e por isto, deixamos de viver, de amar e de experimentar novas emoções que poderão nos fazer muito bem.

Mas o medo, ele não vai embora, a gente tenta, a gente luta e se esforça, mas sempre temos aquele medo que fica escondido atrás da nossa orelha falando que não é uma boa ideia, que já experimentamos a dor e que não a queremos sentir de novo? No entanto, como podemos ter certeza de que vai doer novamente? Quem garante ao medo que ele tem 100% de razão a tudo o que ele fala? E porque não tentar mais uma vez? E para que tentar?

Isto é muito confuso, tão confusa como estou agora... com estes pensamentos me atormentando..

Um comentário:

Thomaz Ribeiro disse...

Os sentimentos de impotência que experimentamos diante de uma existência tão confusa como a nossa são inevitáveis. Mas a vida é feita para ser vivida mesmo e isso é a melhor experiência que pode existir para os seres humanos. Infelizmente parece que a valorizamos apenas quando temos um choque de realidade e ficamos privados de nossos bens mais essenciais. Neste caso, quando os temos de volta, vemos a vida, por assim dizer, mais "colorida". Pense nisso. Valorize aquilo que você tem, busque conforto naqueles que você mais ama,sinta-se uma peça útil nesse esquema divino, ajude quem necessita (pode ser por palavras ou atitudes, tanto faz) simplesmente viva a vida. Você verá que não existe coisa melhor que isso, pois só nos sentimos vivos quando de fato procuramos viver.
Abraços e boa sorte.

Related Posts with Thumbnails